Oralift Rejuvenescimento Orofacial

 Home / Cursos / Oralift Rejuvenescimento Orofacial
Rejuvenescimento Orofacial sem cortes e sem cirurgia. Agora é possível.

A Biotox oferece um curso de Oralift – Rejuvenescimento Facial com intuito de melhor preparar os profissionais para esse tipo de tratamento. Com turmas reduzidas para maior atenção aos alunos, o curso é ministrado por uma Cirurgiã-dentista e uma Médica para possibilitar um ensino multidisciplinar com intensa prática. Aprenda a usar o Oralift também para tratamento de dores faciais, sintomas de DTM, apertamento dental e tensão facial. Além de resolver os problemas clínicos, seu paciente poderá ter um sorriso mais desenhado e até melhorar a qualidade da pele.

Capacitar o profissional a reconhecer os sinais do envelhecimento facial e utilizar o dispositivo intra-bucal Oralift para inibir os efeitos nocivos do envelhecimento, através de sua ação na musculatura facial. Capacitar o profissional a utilizar o Oralift para reduzir tensão facial, dores faciais e bruxismo.


  • Histórico do aumento de dimensão vertical em Odontologia
  • Efeitos que retardam o envelhecimento da pele
  • Melhorando a forma facial
  •  Design do sorriso
  • Por que Oralift na minha prática?
  • Como Oralift funciona
  • Como usar o Oralift
  • Monitorando os efeitos do Oralift
  • Oralift e Bruxismo
  • Protocolo de tratamento
  • Dentalfacelift
  • Apresentação de casos clínicos
  • Estudos atuais
  • Análise clínica dos participantes

Um representante do Oralift estará oferecendo condições especiais para aquisição do kit de aparelhos durante o curso. Com isso, sugerimos que leve um cartão internacional para facilitar sua compra, caso seja do seu interesse. Vale ressaltar que a Biotox Cursos não se responsabiliza pela negociação entre as partes, cedendo apenas o espaço como facilitador para os integrantes do curso.


Como o ORALIFT funciona?

O Oralift funciona através de dois princípios: a capacidade de cura do corpo e a notável capacidade do organismo de adaptar-se às mudanças ambientais. Os músculos do rosto, quando relaxados, costumam manter os lábios e os dentes levemente separados. O pequeno espaço entre os dentes superiores e inferiores é chamado "espaço funcional livre", e é geralmente de 1-3 mm. Nesta posição relaxada ou de repouso há uma quantidade mínima de atividade elétrica que ocorre nos músculos faciais para manter o tônus muscular.


Quando um paciente usa o aparelho Oralift, ele separa os dentes por um espaço muito maior do que o seu "espaço funcional livre" original. Os músculos na face imediatamente percebem que este aparelho é algo que não pode ser mastigado ou engolido. Os músculos, portanto, adaptam-se, alterando suas fibras para criar um nova posição de repouso e um novo "espaço funcional livre".


Dr. Mohindra acredita que este processo envolve uma maior atividade de proteínas e que os músculos precisam de mais oxigênio, e para conseguir isso, todos os capilares que tenham sido danificados devido ao envelhecimento são reparados. Além disso, ele acredita que esse processo de reparação é iniciado pelos músculos liberando um fator de crescimento (Growth Factor Mechano, que foi descoberto pelo professor G. Goldspink), que desencadeia o processo de cura do corpo, neutralizando assim os efeitos nocivos do envelhecimento facial. Cada pessoa é um indivíduo e seu regime de uso do aparelho será adaptado de acordo com a forma como ao paciente responde ao tratamento.


Fatos de envelhecimento facial

O envelhecimento facial é comumente visto como sendo causado pela gravidade, que provoca a flacidez dos tecidos moles da face. Uma pesquisa recente mostrou que as alterações ósseas também podem contribuir para o envelhecimento facial. À medida que envelhecemos, os músculos faciais afinam e exercem menos pressão sobre os ossos, fazendo com que os ossos se tornem mais frágeis, acarretando no achatamento dos ossos da face.


Em alguns casos, a altura facial inferior (a área entre o nariz e queixo) do rosto diminui. Esta perda de altura facial é um dos principais contribuintes para o envelhecimento facial. Além disso, a pele ao redor do rosto e também no pescoço caem, e os sinais de envelhecimento facial se tornam exagerados.


Cirurgiões plásticos pensam no rosto, em termos de um triângulo. Na juventude a base do triângulo está na região nas bochechas, e sua ponta está no mento. À medida que envelhecemos, o triângulo se inverte, sendo que a base do triângulo passa para o mento, e sua ponta passa a apontar para a região do nariz.


A cirurgia era a principal resposta para inverter o triângulo. Mas, depois de um curto período de tempo, a queda dos tecidos moles pode recidivar. Agora há outra resposta - o Oralift -Rejuvenescimento Facial e a ADD - Dentalfacelift. Estes tratamentos podem inverter o triângulo e parecem colocar o processo de envelhecimento em marcha à ré. À medida que envelhecemos, o rosto continua a melhorar. (Veja os efeitos a longo prazo). As imagens abaixo mostram essa inversão do triângulo com o rejuvenescimento facial Oralift.


Quanto tempo o Oralifit deve SER USADO?

Cada pessoa é um indivíduo e seu regime será adaptado para a forma como ela responde ao tratamento. Em média, a maioria dos pacientes usar o aparelho Oralift durante 30 minutos a 2 horas por dia, a cada terceiro dia, durante 4 meses iniciais. Depois disso, dois meses de uso, duas vezes por ano é tudo o que é necessário.

Observação: Este curso é conteúdo da Pós Graduação

NEO - Núcleo de Estudos Odontológicos


Rua Dona Inácia Uchoa, 339 - Vila Mariana - São Paulo/SP

Clique aqui e faça sua pré-inscrição

Copyright © 2015 Biotox Cursos. Todos os direitos reservados.